4° Seminário Nacional de Capacitação e Fundos Socioambientais em Belo Horizonte conta com a presença do deputado estadual Zé Neto

A convite do Ministério de Meio Ambiente, o deputado estadual Zé Neto, presidente da Comissão de Proteção ao Meio Ambiente da Assembléia Legislativa da Bahia, participou do 4° Seminário Nacional de Capacitação e Fundos Socioambientais, no qual compôs o quadro de relatos sobre reflexões para atuação da Rede Brasileira de Fundos Sócioambientais. O evento aconteceu no dia 12 de dezembro, no Centro Universitário de Ciências Gerenciais (UNA), campus liberdade, em Belo Horizonte, MG.

Os Fundos Sócioambientais representam uma ferramenta inovadora para a gestão ambiental no Brasil e funcionam como um meio de ligação entre o governo e a sociedade civil na implementação de estratégias nacionais de conservação e desenvolvimento sustentável. Cada vez mais, se consolidam como um espaço ágil e transparente para a realização de projetos, programas e políticas ambientais com a adoção de instrumentos de participação e controle social. Porém, existe uma lacuna entre a criação e o funcionamento dos fundos. Dentre os 50 fundos sócioambientais estaduais existentes, apenas 16 funcionam.

Baseado no princípio de que o Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) deve ser o agente mediador para o desenvolvimento de boas práticas ambientais, seus coordenadores, diretores, técnicos e secretários têm realizado um excelente trabalho no que diz respeito à incentivação e capacitação dos profissionais da área ambiental.

O objetivo da capacitação é dotar os fundos ambientais de condições técnicas necessárias para o gerenciamento de recursos financeiros para projetos de proteção ambiental. Os recursos são garantidos pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente, que poderão ser repassados a ONGs, instituições públicas e pessoas, desde que apresentem projetos viáveis e que se enquadrem nos pré-requisitos do FNMA.

O deputado estadual Zé Neto salientou para os presentes a necessidade de uma maior interlocução dos poderes públicos com as instituições ambientais, sejam elas privadas ou não, visando suprir a carência de envolvimento entre estas esferas. “Na Bahia buscaremos fazer articulações para que o Fundo Socioambiental funcione. Já temos boas experiências com o programa de agenda 21, e isso nos incentiva a continuar lutando em prol do meio ambiente em parceria com o desenvolvimento sustentável. O programa de capacitação é de extrema importância e necessidade, pois precisamos de técnicos capacitados para o uso e divulgação do programa de recursos ambientais. Tendo isso em pauta, tentaremos fazer parcerias e trazer os representantes do FNMA aqui para Bahia, para juntos desenvolver-mos uma política ambiental forte e coerente, realizando capacitações e seminários com o objetivo de fazer o fundo operar”, mencionou o deputado.


Confira nos links abaixo mais informações sobre como apresentar projetos e obter recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente.


http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=1&idMenu=2363

http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=1&idMenu=2363&idConteudo=3407

Compartilhe

Comente

Fale com a gente!

Conheça os canais do comunicação

Sugestão de Pauta

Envie sua sugestão para nossa assessoria

Gabinete Brasília
1ª Avenida, nº 130 - C.A.B. Prédio Nelson David Ribeiro Gabinete 207 - CEP 41745-001 - Tel: (71) 3115.7133

Gabinete Feira de Santana
Rua Domingos Barbosa de Araujo, nº 333 - Kalilândia CEP 44001-208 Tel: (75) 3223-2728

Gabinete Salvador
Av. Luís Viana Filho, 6462 Ed. Manhattan/Wall Street East, Torre A, Sala 1509/10/11 - Paralela - CEP 41730-101 - Tel: (71) 3055-1323