Notícias

Publicada em 27 de Abril de 2017 ás 10

Mandato da Luta vai ao Distrito da Matinha debater segurança com moradores de comunidades locais


A comunidade dos distritos de Jaíba, Tiquaruçu e Matinha ocupou todo o pátio da Escola Municipal Rosa Maria Esperidião Leite, na Matinha, nesta quarta-feira (26) à noite, para debater junto às entidades civis e militares ações que aumentem a segurança nestes locais. Aurelino Bento, representante do Mandato da Luta do deputado estadual Zé Neto, destaca o papel das polícias e de autoridades políticas no debate. “A gestão municipal geralmente não ocupa estes espaços para promover a segurança adequada, então é importante discutirmos ações claras que diminuam a violência. Por isso é válida a presença política e das polícias civil e militar neste diálogo, é válido também um debate sobre a educação, pois é através dela que tudo começa”, pontua o chefe de gabinete. 
 Durante o debate, as comunidades apresentaram seus principais problemas ligados à violência, apresentou sugestões de atuação para as polícias e propôs formas de aproximação. O cantor do grupo Quixabeira da Matinha e presidente da Associação Cultural Coleirinho da Bahia (ACCB), Guda, pontuou positivamente a ideia de construir bases policiais na Matinha e que será necessária união de forças entre deputados, vereadores e a população, além de sugerir a criação de escolas para aproximar crianças e adolescentes dos seus distritos. 
Diálogo e união foram dois dos pontos destacados pelo coronel Adelmário Xavier, comandante do Policiamento da Regional Leste (CPRL), ao abordar importância da aproximação entre a população e a PM ao pontuar que, se a comunicação com a Polícia Militar for direta, o resultado vem primeiro. “O governo do Estado tem o maior interesse em fazer tudo pela segurança pública, mas a gente só vai conseguir fazer isso no dia em que a sociedade estiver mais próxima da gente e confiar mais em nosso trabalho”, pontuou Xavier.
Na ocasião, uma das questões apresentadas pelo coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), João Uzzum, foi a subnotificação de ocorrências, que “ocorre seja pelo fato de o cidadão não querer registrar pela distância, seja por ter medo de denunciar. Então, a principal ferramenta para diminuir a violência, não tenham dúvidas, é a parceria da população com a polícia”, ressaltou Uzzum. Por isso, seu pronunciamento relembrou as ferramentas e plataformas disponíveis como Disque Denúncia, Whatsapp, redes sociais 
Estiveram presentes também a delegada Ludmilla Vilas Boas Santos; o Major Mello Neto, comandante da 66ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM); deputados estaduais Ângelo Almeida (PSB), Carlos Geilson (PSDB), José de Arimatéia (PRB); os vereadores José Carneiro (PSDB), Roberto Tourinho (PV), Ewerton Carneiro – Tom (PEN), Edvaldo Lima (PP); Sebastião Soares, que realiza o transporte escolar na região e Henrique Marcondes da empresa de ônibus Rosa e ainda dos secretários municipais Pablo Roberto- Secretaria de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (SEPREV), entre outros.



Assessoria de Imprensa

 

Leia Também

23/06/2017
23/06/2017
24/06/2017
25/06/2017
25/06/2017
25/06/2017
25/06/2017
25/06/2017
25/06/2017
22/06/2017

 

Fale com a gente

Digite o que está na imagem.

Gabinete Salvador
1a Avenida, nº 130 - C.A.B. Prédio Nelson David Ribeiro
Gabinete 207 - CEP 41745-001 - Tel: (71) 3115.7133

Gabinete Feira de Santana
Rua Domingos Barbosa de Araujo, nº 333 - Kalilândia CEP 44001-208
Tel: (75) 3223-2728